Recents in Beach

Mulher assassinada dentro de carro é jogada em canteiro da Avenida Centenário

 

Definitivamente não é cena comum para um jornalista da editoria de Polícia: uma mulher, uma jovem baleada, ensanguentada, assassinada e caída sob o canteiro central de uma avenida movimentada da capital do Piauí.


Talvez seja um sinal dos tempos, um péssimo sinal, por sinal, onde a violência e a criminalidade cotidiana tomam contornos mais abusivos dentro da nossa sociedade sem que os responsáveis, políticos e instituições, façam qualquer gesto, tomem qualquer atitude para contorná-la, uma vez que sequer a reconhecem, vivendo o negacionismo na Segurança Pública que tanto dizem combater em outras áreas como a da Saúde Pública, que ainda enfrenta os efeitos da mortífera Covid-19. Mas vamos aos fatos.


Andressa da Silva Rodrigues, 24 anos, foi morta com tiros de arma de fogo na cabeça; seu irmão, identificado apenas como Thailson, baleado com dois disparos no antebraço esquerdo. O "quase duplo homicídio" ocorreu por volta das 1h50 desta segunda-feira (18.10), em um trecho da Avenida Centenário, bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina. 

A equipe do Portal RP50, que não dorme nem pelo amor de Deus, foi até o local e ouviu Thailson relatar aos PMs do 9º Batalhão de Polícia Militar que ele e a irmã estavam em um bar quando notou que no estabelecimento haviam indivíduos com olhares "tortos" em sua direção. "Eu senti que eles estavam me maldando e pedimos a corrida para sair de lá", disse.

Os irmãos já estavam dentro do carro quando, supostamente, foram perseguidos por uma dupla armada em uma motocicleta, que efetuou disparos contra ele. Thailson, que também andava armado, revidou de dentro do veículo. A dupla continuou a persegui-lo, sempre atirando. O motorista por aplicativo chegou a jogar o carro contra a moto, mas os bandidos fizeram um retorno e os alcançaram novamente. 

Aqui a história ganha duas versões: populares relataram que o condutor parou o carro e jogou o corpo de Andressa no canteiro para fugir dos atiradores. Já Thailson falou que a irmã saiu do veículo correndo, tentou atravessar a via, momento em que foi baleada pelos suspeitos. O irmão estava visivelmente sob efeito de ilícitos. Há ainda a possibilidade de o próprio motorista, se sentindo ameaçado, ter atirado contra os irmãos. 


Todas as hipóteses serão apuradas e investigadas pela equipe do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que esteve na cena do crime, colheu depoimento, informações e realizou a perícia no local.

Seguindo com os fatos, segundo a versão de Thailson, quando Andressa foi baleada e o condutor do carro foi embora, ao irmão só restou fugir correndo. Ele contou que correu até um posto de combustível com os bandidos sempre na sua cola. Durante a corrida, ele acabou deixando sua arma cair. Os atiradores só desistiram quando o alvo chegou em local movimentado. Depois ele voltou para onde o corpo da irmã estava caído sem vida e lá ficou até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que o encaminhou até um hospital, uma vez que ele estava baleado.

Veja detalhes nas lentes do melhor: RP50



Os irmãos Andressa e Thailson

PASSAGENS

Entre o vai e vem de seu depoimento aos policiais, Thailson confessou já ter passagens pelo sistema prisional do Piauí, sendo uma por posse ilegal de arma e outra por roubo. Ele também contou que ia se juntar com outros bandidos para vingar a morte da irmã.

FONTE

Um segundo motorista por aplicativo, que encerrou uma corrida a poucos metros de onde o corpo de Andressa foi abandonado, enviou à redação vídeo onde é possível escutar dois barulhos de tiro. Ele contou à reportagem que estava com seu carro parado, aguardando os clientes finalizarem o pagamento da viagem, que estava dando erro. Em dado momento, viu diversas pessoas saírem correndo, momento em que começou a gravar com seu celular a movimentação na avenida.

No vídeo, é possível notar dois veículos na mão contrária a de quem filma, um carro com xenon e um segundo mais atrás, no qual estavam Andressa e Thailson. Ao final do vídeo dá para ouvir os disparos.










Enviar um comentário

0 Comentários