Recents in Beach

Suspeitos de furtar terminais de ônibus são encaminhados à Central de Flagrantes

 

Em pouco mais de duas semanas, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina impediu furtos e fez 361 abordagens nas estações de ônibus de Teresina. O patrulhamento 24 horas, por meio da operação Parada Segura, teve início em agosto, por determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, após uma série de ações de vandalismo contra o patrimônio público.

Nos 18 dias de operação, nove suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes. O coordenador municipal de Segurança, Nixon Frota, explica que um dos crimes impedidos pela GCM ocorreu na última sexta-feira (10), na estação Três Andares, na zona Sul de Teresina.

“Ontem foi mais um dia em que a GCM impediu dano ao patrimônio público. Uma das equipes flagrou um suspeito em cima do telhado da estação tentando furtar um aparelho de ar-condicionado. Ele já tinha dois mandados em aberto e é um dos suspeitos de praticar outras ações semelhantes na zona Sul”, explica Nixon Frota.

Durante a operação, além de prisões, houve ainda apreensão de arma branca, bem como bebida alcoólica e ferramentas, como chave de fenda e alicate.

“Os guardas fazem a abordagem e verificam se aquela pessoa é alguém que vive em situação de rua e usa o local como abrigo ou se é alguém que tem o objetivo de praticar algum dano ao patrimônio público. Cada caso é analisado e os suspeitos conduzidos. A maioria das pessoas abordadas são dependentes químicos que acabam cometendo o crime para ter como sustentar o vício”, reitera o coordenador de Segurança.


Diariamente, 50 guardas municipais monitoram as 60 estações de ônibus na Capital. Nixon Frota acrescenta que, quando a GCM assumiu a segurança dos pontos de embarque e desembarque de passageiros, em agosto deste ano, foi feito um levantamento da atual situação.

“Constatamos que as estações em situação mais crítica se concentravam na avenida Miguel Rosa. Fizemos o levantamento do que havia sido furtado, o que estava danificado e, todo dia, quando a equipe passa o plantão para outra, essa situação é acompanhada. Às vezes, chegam denúncias de que falta um ar-condicionado em determinado ponto, mas quando a gente vai conferir, não é algo de agora”, esclarece o coordenador de Segurança.

Estações na avenida Miguel Rosa eram as mais atacadas

Das 16 estações, as da avenida Miguel Rosa, na zona Sul, foram as que mais sofreram ataquese, entre elas, a Estação Pio XII e a Estação Justiça Federal. Nas imediações, na avenida Gil Martins, as estações Samu e Albertão, anteriormente, também tiveram todo material de ar-condicionado e cortinas de ar furtado.

A GCM de Teresina disponibiliza o contato 153 para denúncias anônimas, com garantia de sigilo da fonte.

Enviar um comentário

0 Comentários