Recents in Beach

Irmão é preso pelo DHPP suspeito de matar advogada Izadora Mourão em Pedro II; mãe pode ter ajudado

 

João Paulo Mourão (35), jornalista e bacharel em Direito, foi preso na tarde desta segunda-feira (15) por policiais civis lotados no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele é o principal acusado de ter matado a própria irmã, a advogada Izadora dos Santos Mourão, de 41 anos, assassinada a facadas na manhã do último sábado (13).

Dentro do quarto de João Paulo foi encontrada a faca utilizada para o assassinato e roupas manchadas de sangue, segundo o delegado Francisco Barêtta. A prisão é também uma reviravolta no caso, pois a primeira hipótese divulgada à imprensa era de que a vítima teria sido assassinada por uma mulher, tese já descartada.

João Paulo foi preso em flagrante em Pedro II. Os policiais civis que investigam o caso acreditam que a mãe do jornalista possa ter colaborado com o crime, uma vez que ela teria tentado forjar um álibi para o filho quando o crime aconteceu.

Neste momento, o acusado está sendo transferido de Pedro II para Teresina. O DHPP não divulgou até o momento a motivação do assassinato. João Paulo chegou a ir ao velório e sepultamento da irmã. Ele concedeu entrevista a uma emissora local e afirmou que a morte de Izadora poderia ser retaliação devido o exercício da profissão de advogada e chegou a colocar a figura de uma mulher na cena do crime, que não aparece nas investigações.

Segundo o advogado Mauro Júnior, representante da OAB-PI neste caso, Izadora estava deitada quando foi assassinada, ela tentou levantar da cama, mas caiu de lado da cabeceira. "Não tinha vestígios de uma luta corporal, nem de auto defesa", disse.

RELEMBRE O CASO

Izadora Mourão foi assassinada com sete facadas na região do tórax e pescoço dentro de sua residência em Pedro II no último sábado. As primeiras informações davam conta de que uma mulher teria adentrado a casa e cometido o crime.

Clique AQUI e confira a live realizada pelo Repórter Ponto 50 direto da DHPP

Publicar um comentário

0 Comentários