Recents in Beach

Terceiro policial militar é assassinado em Teresina em apenas 15 dias



O sargento da Polícia Militar do Piauí, Marcos Roberto, foi assassinado durante uma tentativa de assalto na noite desta terça-feira (04) nas proximidades da Farmácia Ferreira, bairro Porto Alegre, zona Sul de Teresina. Este é o terceiro PM morto por bandidos em apenas 15 dias na capital.

O Repórter Ponto 50 esteve no local minutos após o crime e apurou que Marcos fazia uma entrega na casa de uma idosa quando foi abordado por dois suspeitos em uma motocicleta Pop 100. A dupla tentou tomar a arma do PM, que reagiu atirando contra os bandidos.


Durante a troca de tiros, o sargento foi atingido por um dos disparos na cabeça e caiu no meio da rua. Ele não resistiu ao ferimento e veio a óbito. Os bandidos fugiram sem levar nenhum pertence do policial.

A polícia suspeita de que um dos criminosos chegou a ser atingido na perna. Este já teria procurado atendimento em uma unidade de saúde de Teresina, mas ao avistar policiais seguiu rumo a Timon. A dupla usava mochila preta de entregadores por aplicativo.

Policiais Militares fazem diligência e podem prender os suspeitos a qualquer momento. O sargento Marcos trabalhava atualmente na Penitenciária Professor José Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia.


CASOS PASSADOS

O soldado de 37 anos, Lídio Roberto de Sousa Mesquita, foi vítima de latrocínio no último dia 22 de julho. Dois suspeitos a pé o interceptaram em uma rua na Vila São Francisco, zona Norte de Teresina e o assassinaram com um tiro na cabeça. Os bandidos fugiram levando a moto do PM. Os criminosos morreram dias após o crime durante confronto com guarnições da Força Tarefa e do RONE.

Dois dias após a morte de Lídio, o capitão Adonias foi rendido por três homens logo após chegar em sua casa no Morro da Esperança, zona Norte de Teresina. O PM cumprimentava seus familiares e vizinhos na calçada de casa quando foi abordado pelo trio. Os suspeitos dispararam contra Adonias, que caiu no meio da rua ao ser atingido na cabeça, assim como Marcos.

Os três fugiram levando a moto do capitão. Deste crime até o momento ninguém foi preso. Adonias faleceu nesta terça-feira, 11 dias após o assalto. Ele estava internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), passou por cirurgia para retirada do projétil que se instalou no osso do crânio, mas não resistiu ao tratamento.




Enviar um comentário

0 Comentários