Recents in Beach

Universitários são presos suspeitos de vender 'supermaconha' em Teresina


Presos na manhã desta terça-feira (02), por volta das 9h50, um casal de universitários suspeitos de comercializar maconha e skank, uma droga refinada e geralmente comprada apenas por pessoas ricas, já que é mais cara que as outras.

A prisão foi realizada por policiais da Força Tarefa em uma kitnet (pequena residência alugada) localizada na Rua Félix Pacheco, Centro de Teresina. O local estava sendo usado como ponto de venda para o tráfico. Os universitários foram identificados apenas pelas iniciais G.P.C.S., de 22 anos e C.S.L., de 29 anos.

"São dois jovens universitários que estariam vendendo a droga, comercializando entorpecentes no Centro da cidade, ali na Rua Félix Pacheco e nosso serviço de inteligência nos passou que a kitnet onde eles estavam hospedados estaria cheia de drogas, então tivemos a apreensão de quase seis quilos de maconha, juntamente com skank, que é um droga refinada, que só adquire as pessoas que tem poder aquisitivo melhor, até porque é muito cara", explicou o Major Audivam Nunes, Comandante da Força Tarefa.

Além de duas balanças de precisão e das drogas e celulares apreendidos, a polícia encontrou com o casal o valor de 1.900 reais.

Ao #RepórterPonto50, o Comandante também fez um alerta aos jovens para que não entrem no caminho das drogas ou do tráfico e falou que a cada nova operação policial tem aumentado a prisão de mulheres envolvidas nestes crimes.

"A gente está, no dia a dia, verificando essa situação de várias mulheres levadas pelos parceiros a entrar no tráfico de drogas, que é um caminho sem volta, então a gente orienta às pessoas que não busquem esse caminho. Hoje prendemos dois jovens, uma mulher e um homem, muitos estão nessa trajetória do tráfico de drogas, eles foram apresentados na Central de Flagrantes e ambos foram autuados por tráfico", finalizou.

Enviar um comentário

0 Comentários